paulomarginal

Singles ’94 (parte 10) – Beastie Boys

Posted in Hip Hop by paulomarginal on julho 24, 2009

A recente notícia sobre a doença de Adam Yauch obviamente me pegou de surpresa, mas não é um assunto que pretendo discutir no blog. Quero falar de Sure Shot, o single que usou o saboroso loop de flauta da música Howling for Judy de Jeremy Steig. A versão original é clássica, mas Sure Shot é uma das muitas músicas dos Beatsies que recebeu o tratamento de outros produtores. A versão remasterizada de Ill Communication, que acabou de ser lançada, conta com o remix do Prunes, mas infelizmente não incluiram o enigmático Dee Nastyle Remix, nem a versão enxuta do Mario C, nem os remixes do Large Professor e do Mike Nardone. Aproveitem o divertido clipe de Spike Jonze.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Never ever ever am I eatin’ fuckin’ pork.

Beastie Boys – Sure Shot (Large Professor Remix)

Anúncios

Singles ‘92 (parte 1) – Poor Righteous Teachers

Posted in Hip Hop by paulomarginal on julho 16, 2009

Não sou grande conhecedor do trabalho do Poor Righteous Teachers, talvez porque só tive a chance de ouvir alguns de seus singles quando era garoto. Um desses singles era Easy Star, que em meados de ’94 passei pra uma fita detonada de tanto ser regravada. O som saia chiado, mas eu fiquei um bom tempo curtindo essa música. Nostalgia a parte, esse post firma a primeira menção do produtor Tony D no paulomarginal. O cara morreu no começo de 2009, mas sua contribuição no início dos anos 90 foi sagaz. Fã do E-mu SP-1200, ele usava esse drum machine em suas produções e emcees como o YZ e Poor Righteous Teachers aproveitavam as porradas sólidas geradas por  Tony e seu 1200. Naughty by Nature e o Heavy D eventualmente surrupiaram o trabalho do Tony D, mas acabaram resolvendo isso na dixava, sem necessidade de processos legais. Agora ouça essa parada e fique “juvenil”.

Singles ‘94 (parte 9) – Gang Starr

Posted in Hip Hop by paulomarginal on julho 16, 2009

Fui tentando deixar essa pro final, mas é impossível. A batida de Mass Appeal sempre exercita meu pescoço.

Tagged with: , , , ,

Singles ’95 (parte 2) – World Renown

Posted in Hip Hop by paulomarginal on junho 10, 2009

Voltando ao K-Def, apresento pra quem não conhece, o World Renown. Formado por Seven Shawn e o primo do Marley Marl, John Doe, o grupo produziu alguns singles nos anos 90 mas devido a problemas com sua gravadora nunca lançou seu LP. O single de ’95, How Nice I Am é trabalho do K-Def.

O álbum que nunca teve a chance de ser lançado acabou caindo na internet, a qualidade do som não é das melhores, mas pra quem já usou fita cassete, tá valendo.

*World Renown – LP

Singles ’94 (parte 8) – Da Youngsta’s

Posted in Hip Hop by paulomarginal on junho 9, 2009

No Mercy (1994) é o terceiro álbum lançado pelos muleques do Da Youngsta’s e contou com 2 singles. O mais famoso dos dois é Hip Hop Ride, bagulho com um som meio West Coast que na minha opinião não chega aos pés de Mad Props, o outro single lançado no mesmo ano. Produção do grande K-Def, aproveitem.

Como bônus, vejam o remake do Damu, produtor habilidoso e fã de K-Def. Esse maluco tira onda.

Singles ’95 (parte 1) – Crooklyn Dodgers ’95

Posted in Hip Hop by paulomarginal on maio 26, 2009

O.C. lançou um single de respeito em ’94 e apesar de não ter rolado um clipe, Time’s Up conseguiu sua posição como clássico. O LP Word…Life, álbum reconhecido por muitos, conta com produções de peso do Buckwild, Organized Konfusion, assim como a excelente e “romântica” Ga Head do Lord Finesse. O.C. também participou da segunda versão do Crooklyn Dodgers junto com Chubb Rock e Jeru the Damaja.

O.C. – Time’s Up

Sample usado em Time’s Up

Les DeMerle – A Day In The Life


Vamos então pro clipe do Crooklyn Dodgers ’95, produção do DJ Premier, parte da trilha sonora do filme Clockers (Irmão de Sangue) do Spike Lee. Esse clipe é o primeiro na nova série Singles ’95.

Bizarros

Posted in Funk/Soul, Hip Hop by paulomarginal on maio 23, 2009

Voltei a ouvir as gravações do Kool Keith com o Automator e continuo impressionado com essa dupla. O Kool Keith tem seus momentos intensos, mesmo que na maioria das vezes fale muita merda debilóide/juvenil. Seus alter egos são sempre escrotamente provocativos. O Automator criou sons que complementam as letras absurdas do Kool Keith, é só ouvir Dr. Octagonecologyst pra ter uma amostra do Kool Keith sendo um lunático.

Automator feat. Kool Keith – It’s Over Now

Separei o sample usado na música It’s Over Now do EP de ‘96, A Better World do Automator (remasterizado e relançado em 2000 como A Much Better World). Retirado da trilha sonora do filme The Flasher (1973) que aparentemente era sobre gente que curte exposição indecente . O sample em destaque, Sour Soul, é o que mais interessa. Trata-se de uma faixa instrumental lenta, bem funkeada. O resto é interessante também, um psych/funk meio anos 60, vale a pena conferir.

Pool-Pah – Sour Soul

*Pool-Pah – The Flasher OST

Tagged with: , , , , ,

Singles ’94 (parte 7) – Black Moon

Posted in Hip Hop by paulomarginal on maio 19, 2009

Black Moon faz parte da lista de favoritos da maioria dos fãs de hip hop e com razão. Seu primeiro álbum, Enta da Stage, foi lançado em ’93 e produziu 4 singles memoráveis (Who Got The Props, How Many Emcees, I Got Cha Opin e Buck Em Down). Buckshot, 5ft e DJ Evil Dee com a ajuda de Mr. Walt do Beatminerz montaram o que é hoje em dia considerado um clássico. Os clipes abaixo sao remixes das versões originais encontradas no LP de ’93 e os samples são “cortesia” do Barry White, Donald Byrd e Lafayette Afro Rock Band.

Barry White – Playing Your Game, Baby

Donald Byrd – Wind Parade

Lafayette Afro Rock Band – Hihache

Rei Na Barriga

Posted in Hip Hop by paulomarginal on abril 26, 2009

Antes de serem chamados de 7L & Esoteric, a dupla de Boston era conhecida como God Complex e contava com a participação do Karma. O LP The Strontium 90 Years nunca foi oficialmente lançado pela Brick Records mas, em meados de 2002, dois 7 polegadas acabaram sendo comercializados . É interessante lembrar que é material de ’95-’96, e, por isso bastante diferente do trabalho atual da dupla. O som destes discos é bem alternativo e repleto de rimas com um vocabulário que parece tirado de um livro de medicina ou física quântica (coisa que na época era interessante, mas, para quem continua fazendo isso hoje em dia, por favor pare). Voltando ao som, não é nada revolucionário mas é facilmente reconhecível como algo dos anos 90, bem “underground”, pra aqueles que gostam do termo. Vale a pena conferir The Strontium 90 Years, especialmente agora que o Esoteric parece mais e mais ambicioso ou perdido em termos de estilo.

God Complex – Truisms

God Complex – Bust My Style (Remix)

Tagged with: ,

Singles ’94 (parte 6) – Crooklyn Dodgers

Posted in Hip Hop by paulomarginal on abril 15, 2009

Buckshot, Masta Ace e Special Ed formaram a primeira versão do Crooklyn Dodgers, que gravou Crooklyn para o filme de mesmo nome do Spike Lee. A música, com produção do pessoal do Tribe, me faz imaginar como teria sido um LP com os três…